avaliação 360
Gestão de Pessoas

15 de setembro de 2023

Avaliação 360: entenda o que é, modelos e aplicação

No ambiente competitivo dos negócios de hoje, o desenvolvimento profissional é mais importante do que nunca. 

Uma ferramenta que tem ganhado destaque no mundo corporativo é a avaliação 360 graus. Mas o que exatamente é essa ferramenta e como ela pode beneficiar indivíduos e organizações? 

Para entender mais sobre essa ótima ferramenta de gestão de pessoas, continue lendo.

O que é Avaliação 360 Graus?

Quando se trata da gestão de pessoas, avaliar o desempenho dos colaboradores é fundamental. Isso porque é essencial entender como está seu desempenho na execução de suas atividades, sejam elas em equipe ou individual.

Desta forma, ao monitorar a performance e desempenho, a empresa pode entender os pontos fortes e fracos de cada colaborador, permitindo aperfeiçoar seus pontos fortes e treinar seus pontos fracos.

Mas onde a Avaliação 360 Graus se encaixa nisso? Bom, diferente de métodos e ferramentas de avaliação de desempenho que só tem uma fonte de coleta do feedback do colaborador, a Avaliação 360 coleta feedback de diversas fontes.

Agora você deve estar se perguntando: “como assim diversas fontes”? Bom, a Avaliação 360 é um método de avaliação de desempenho que coleta feedback de mais de uma fonte que tem relação com o colaborador, incluindo supervisores, colegas de trabalho, subordinados e em alguns casos, até clientes, quando aplicável.

A ideia por trás dessa metodologia é ter uma ampla visão do desempenho do colaborador, sendo mais abrangente e imparcial do que as avaliações tradicionais.

Essa metodologia permite uma ótima aplicação da melhoria contínua dos colaboradores, pois graças aos diferentes pontos de vista, pode-se identificar melhor lacunas nas habilidades, ter um feedback construtivo, realizar desenvolvimento personalizado e monitorar o progresso.

ebook gestão de pessoas

Quais são as vantagens e desvantagens da Avaliação 360?

Assim como as outras ferramentas de gestão de pessoas e de avaliação de desempenho que já conhecemos, a Avaliação 360 tem seus prós e contras.

O ideal na escolha de ferramentas e metodologias de avaliação de desempenho é entender as necessidades e objetivos da sua empresa e de seus colaboradores.

Dito isso, para te ajudar a decidir se a Avaliação 360 é ideal para se aplicar na sua empresa, separamos as vantagens e desvantagens desta ferramenta, confira:

Vantagens da Avaliação 360 Graus

  • Feedback Abrangente: Uma das principais vantagens da avaliação 360 é a capacidade de fornecer feedback abrangente e holístico sobre o desempenho de um colaborador. Isso inclui informações de múltiplas fontes, oferecendo uma visão completa.
  • Autoconhecimento: A avaliação 360 estimula a autoconsciência nos colaboradores. Ao receber feedback de várias perspectivas, eles podem ganhar insights sobre suas forças e áreas a melhorar.
  • Desenvolvimento Individual: Com base no feedback, é possível criar planos de desenvolvimento personalizados para cada colaborador. Isso permite que eles trabalhem em suas habilidades específicas e alcancem seu potencial máximo.
  • Melhoria nas Relações Interpessoais: Promove uma cultura de comunicação aberta e colaboração. Os colaboradores podem entender melhor como são percebidos pelos colegas, o que pode melhorar as relações interpessoais.
  • Métricas Objetivas: A avaliação 360 pode fornecer métricas objetivas sobre o desempenho, o que facilita a tomada de decisões relacionadas a promoções, aumentos e desenvolvimento de carreira.

Desvantagens da Avaliação 360 Graus

  • Viés e Subjetividade: A interpretação do feedback pode ser subjetiva, e as pessoas podem ter preconceitos pessoais que afetam suas avaliações. Isso pode levar a resultados injustos.
  • Complexidade: A implementação da avaliação 360 pode ser complexa e demorada. Coletar e analisar feedback de várias fontes requer planejamento e recursos.
  • Resistência dos Colaboradores: Alguns colaboradores podem se sentir desconfortáveis com a ideia de receber feedback de várias fontes. Isso pode levar à resistência à participação no processo.
  • Custo e Tempo: A avaliação 360 pode ser cara devido à necessidade de treinamento, tecnologia e tempo dedicado ao processo. Pequenas empresas podem achar difícil implementar.
  • Falta de Anonimato: Em alguns casos, especialmente em equipes menores, é possível deduzir quem forneceu feedback, o que pode inibir as pessoas de serem totalmente honestas.

Como aplicar a Avaliação 360?

Como o próprio nome sugere, a Avaliação 360 Graus tem o formato de um círculo completo, o que pode nos dar algumas dicas de como aplicar essa metodologia, o formato de círculo te lembra de alguma coisa? 

Isso mesmo, ciclo PDCA (Planejar, Executar, Verificar e Agir) é uma ótima forma de se aplicar a Avaliação 360, ao combinar com o ciclo PDCA, você cria um processo contínuo de melhoria do desempenho. Detalhamos cada etapa desse processo para você:

1. Planejamento (P - Planejar)

Definir Objetivos Claros: Determine o propósito da avaliação 360 e quais aspectos do desempenho serão avaliados, como habilidades técnicas, habilidades interpessoais, liderança, etc.

Identificar Participantes: Selecione os participantes da avaliação, que podem incluir supervisores, colegas, subordinados e o próprio avaliado.

Definir Critérios de Avaliação: Estabeleça os critérios de avaliação que serão usados para medir o desempenho, como escalas de classificação, competências específicas e comportamentos observáveis.

Definir o Processo de Coleta de Dados: Escolha a metodologia para coletar dados, que pode envolver questionários, entrevistas, observações, entre outros.

Garantir a Confidencialidade: Assegure que as respostas dos participantes serão mantidas confidenciais para incentivar a honestidade e a franqueza.

2. Execução (D - Executar)

Treinamento dos Participantes: Forneça treinamento aos participantes sobre o processo da Avaliação 360, os critérios de avaliação e a importância da honestidade e do feedback construtivo.

Coleta de Dados: Os participantes fornecem feedback anônimo sobre o avaliado com base nos critérios definidos.

Autoavaliação: O avaliado também deve preencher uma autoavaliação, permitindo uma comparação entre a percepção dele e a dos outros.

Prazos e Lembretes: Estabeleça prazos claros para a coleta de dados e envie lembretes aos participantes para garantir a participação.

3. Verificação (C - Checar)

Análise dos Dados: Colete todos os dados e analise-os cuidadosamente para identificar tendências e padrões.

Feedback Individual: Forneça ao avaliado feedback individual com base nos resultados da Avaliação 360. Isso pode ser feito em uma reunião privada.

Identificação de Pontos Fortes e Áreas de Melhoria: Destaque os pontos fortes do avaliado e as áreas que precisam de melhoria com base nas avaliações.

Identificação de Tendências Organizacionais: Analise os dados de múltiplos avaliados para identificar tendências organizacionais que podem exigir intervenções mais amplas.

4. Ação (A - Agir)

Desenvolvimento de Planos de Ação: Em conjunto com o avaliado, desenvolva um plano de ação específico com metas para melhorar o desempenho nas áreas identificadas como deficientes.

Apoio ao Desenvolvimento: Forneça recursos e suporte necessários para que o avaliado possa implementar o plano de ação.

Acompanhamento Regular: Agende reuniões regulares de acompanhamento para revisar o progresso do plano de ação e fazer ajustes conforme necessário.

Avaliação Contínua: Realize avaliações 360 periódicas para medir o progresso e fazer melhorias contínuas.

Veja Algumas Dicas Adicionais:

Feedback Construtivo: Encoraje o uso de feedback construtivo e não punitivo para promover o desenvolvimento.

Transparência: Mantenha os participantes informados sobre o andamento do processo e os resultados gerais.

Avaliação de Competências Específicas: Além das avaliações gerais, considere avaliações de competências específicas relevantes para o cargo.

Cultura de Aprendizado: Promova uma cultura de aprendizado contínuo, onde a Avaliação 360 seja vista como uma ferramenta para o crescimento.

Exemplos da Aplicação da Avaliação 360

A Avaliação 360 apresenta diversos modelos na aplicação, mas existem três principais que se destacam, vamos usar esses modelos para dar os melhores exemplos para você se basear.

Modelo de Avaliação 360 Graus Enxuto:

O modelo enxuto de Avaliação 360 Graus é uma abordagem mais simples e direta. Nesse modelo, os avaliadores são solicitados a fornecer feedback sobre o desempenho do avaliado em competências específicas usando escalas de classificação ou respostas simples, como "nunca", "às vezes" e "sempre". Geralmente, não envolve comentários detalhados.

Simplicidade: É fácil de administrar e coletar feedback, pois usa respostas diretas e rápidas.

Agilidade: Esse modelo é mais rápido de ser implementado e geralmente é usado quando se deseja uma avaliação rápida e de alto nível de desempenho.

Competência a Avaliar

Avaliador 1 (Colega)

Avaliador 2 (Supervisor)

Avaliador 3 (Subordinado)

Avaliador 4 (Cliente)

ComunicaçãoÀs VezesSempreNuncaÀs Vezes
Trabalho em EquipeÀs VezesÀs VezesSempreÀs Vezes
LiderançaÀs VezesSempreNuncaÀs Vezes
Resolução de ConflitosÀs VezesSempreÀs VezesÀs Vezes
Habilidades TécnicasSempreSempreSempreSempre

Modelo de Avaliação 360 Graus Direto:

O modelo direto da Avaliação 360 Graus envolve a coleta de feedback qualitativo e descritivo dos avaliadores em relação às competências do avaliado. Em vez de escalas numéricas, os avaliadores usam palavras ou frases para descrever o desempenho do avaliado em cada competência.

Riqueza de Informações: Fornece informações detalhadas e específicas sobre o desempenho, permitindo uma compreensão mais profunda das áreas de força e de melhoria.

Desenvolvimento Personalizado: Ajuda a criar um plano de desenvolvimento personalizado com base nos comentários detalhados recebidos.

Tempo de Administração: Pode ser mais demorado para coletar e analisar devido à natureza descritiva das respostas.

Competência a Avaliar

Avaliador 1 (Colega)

Avaliador 2 (Supervisor)

Avaliador 3 (Subordinado)

ComunicaçãoExcelenteÓtimoBoa
Trabalho em EquipeMuito BomBomMuito Bom
LiderançaBomExcelenteRegular
Resolução de ConflitosBomMuito BomBom
Habilidades TécnicasExcelenteExcelenteMuito Bom

Modelo de Avaliação 360 Graus Complexo:

O modelo complexo da Avaliação 360 Graus é o mais abrangente e envolve uma variedade de avaliadores, incluindo supervisores, colegas, subordinados, clientes e outras partes interessadas relevantes. 

Além disso, permite a coleta de feedback qualitativo e quantitativo, incluindo escalas de classificação e comentários detalhados.

Visão Holística: Fornece uma visão completa do desempenho de uma pessoa, considerando múltiplas perspectivas.

Feedback Detalhado: Permite a coleta de feedback rico em detalhes, o que é valioso para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Complexidade Administrativa: Pode ser mais complexo de administrar devido ao envolvimento de várias partes interessadas e à necessidade de analisar uma grande quantidade de dados.

Competência a Avaliar

Avaliador 1 (Colega)

Avaliador 2 (Supervisor)

Avaliador 3 (Subordinado)

ComunicaçãoExcelente, mas pode melhorar a comunicaçãoÓtimo na comunicação, precisa ser mais claroBoa comunicação, mas precisa ouvir mais
Trabalho em EquipeTrabalha bem em equipe, mas pode ser mais proativoLíder de equipe eficaz, incentiva a colaboraçãoValoriza a equipe, mas precisa compartilhar mais informações
LiderançaBoa liderança, mas às vezes falta assertividadeLíder inspirador, motivacional e bem orientadoPode melhorar a comunicação com a equipe
Resolução de ConflitosHábil em resolver conflitos, mas deve ser mais aberto às opiniões dos outrosExcelente na gestão de conflitos, cria um ambiente pacíficoBom em resolver conflitos, mas pode ser mais proativo
Habilidades TécnicasPossui habilidades técnicas excepcionaisAltamente competente em habilidades técnicasForte conjunto de habilidades técnicas

A avaliação 360 graus é uma ferramenta poderosa para impulsionar o desenvolvimento profissional. Ela fornece uma visão completa das habilidades de um indivíduo, promove o desenvolvimento personalizado e melhora a comunicação dentro das organizações. 

Basta escolher o modelo que mais se encaixa com as necessidades da sua empresa, entender que a avaliação de desempenho é essencial para uma melhor gestão de pessoas, avaliar o desempenho dos colaboradores e tomar decisões informadas para melhorar o desempenho individual e organizacional.

À medida que o ambiente de negócios continua a evoluir, investir no crescimento e desenvolvimento dos funcionários por meio da Avaliação 360 Graus é uma estratégia inteligente para indivíduos e organizações que buscam se destacar. 

Portanto, se você está buscando uma maneira eficaz de aprimorar suas habilidades e avançar em sua carreira, considere a avaliação 360 graus como uma ferramenta valiosa em seu arsenal de desenvolvimento profissional.

Leia Mais:

Alexandre Queiroz

Alexandre Queiroz

Alexandre Mazzini, aluno da UNICAMP em Tec. Controle Ambiental. Especialização em Mídias Sociais e SEO, atua no setor de marketing da FM2S como redator para conteúdo web e analista SEO para blogs.