Comunicação-Assertiva
Carreira

25 de janeiro de 2020

Última atualização: 29 de março de 2023

Comunicação assertiva: a arte de dizer o que se quer dizer

Entre as principais habilidades de um profissional de sucesso está a comunicação assertiva. Em resumo, é uma forma clara e direta de transmitir uma mensagem ou informação.

Por isso, cada vez mais essa comunicação é requerida pelas empresas, assim, neste artigo você vai aprender  mais sobre o assunto, como o que é a comunicação assertiva, sua importância e como se desenvolver nesse aspecto da sua carreira.

O que é comunicação assertiva?

A comunicação assertiva é uma forma clara, respeitosa e eficaz de se comunicar, na qual as necessidades e desejos de uma pessoa são expressos de maneira clara e sem agredir ou prejudicar os outros envolvidos. De nada custa ter pensamentos assertivos, se não puder transmitir.

Ela inclui escutar ativamente, expressar sentimentos e opiniões de forma clara e responder de forma adequada às necessidades dos outros.A comunicação assertiva pode melhorar as relações interpessoais, aumentar a autoestima e ajudar a resolver conflitos de maneira mais eficaz.

Saber fazer uso da comunicação assertiva é fundamental e também pode ajudar a aumentar a autoestima e conquistar o respeito dos outros. Assim, pode auxiliar no gerenciamento do estresse, principalmente para alguém que tenha dificuldade em dizer não. 

Quais as características de quem usa a comunicação assertiva?

  • Clareza: A pessoa expressa suas necessidades e sentimentos de forma clara e direta, sem ser agressiva ou passiva.
  • Confiança: A pessoa tem confiança em si mesma e acredita nas suas opiniões e sentimentos.
  • Respeito: A pessoa valoriza e respeita os pontos de vista e as necessidades dos outros, sem interrompê-los ou julgá-los.
  • Empatia: A pessoa é capaz de compreender e se colocar no lugar dos outros, e usa essa compreensão para construir relações mais saudáveis.
  • Habilidade de escutar: A pessoa presta atenção às necessidades e sentimentos dos outros e os escuta ativamente, sem julgar ou minimizar.
  • Responsabilidade: A pessoa assume responsabilidade por suas ações e palavras, e trabalha em conjunto com os outros para encontrar soluções equilibradas.
  • Solução de conflitos: A pessoa é capaz de lidar com conflitos de forma saudável, procurando soluções que satisfaçam as necessidades de todas as partes envolvidas.
Curso comunicação assertiva FM2S

Como comunicar de forma assertiva?

  • Escute ativamente: preste atenção ao que a outra pessoa está dizendo e tente compreender seu ponto de vista.
  • Seja claro: expressa suas necessidades e sentimentos de forma clara e direta, sem agredir ou prejudicar os outros.
  • Use "eu" ao invés de "você": fale sobre suas próprias necessidades e sentimentos, ao invés de acusar ou culpar os outros.
  • Mantenha o foco no assunto: evite desviar o assunto ou trazer outros temas irrelevantes.
  • Seja respeitoso: evite julgamentos, acusações e ameaças, e busque resolver conflitos de maneira pacífica e justa.
  • Busque soluções equilibradas: tente encontrar soluções que satisfaçam as necessidades de todos os envolvidos.
  • Pratique: a comunicação assertiva requer prática para ser desenvolvida e aperfeiçoada.

Lembre-se de que a comunicação assertiva pode ser difícil em algumas situações, mas praticando essas dicas, você poderá melhorar suas habilidades de comunicação e construir relações mais saudáveis e respeitosas.

Comportamento assertivo vs passivo

O estilo passivo caracteriza alguém como excessivamente tímido ou descontraído. São as pessoas que geralmente dizem coisas como “Eu irei apenas com o que o grupo decidir”; que, resumidamente, tendem a evitar conflitos a qualquer custo. Mas por que isso é um problema? 

Basicamente porque a mensagem que você está enviando cria um canal que seus pensamentos e sentimentos não são tão importantes quanto os de outras pessoas. Em essência, quando se é muito passivo, concede aos outros a licença para desconsiderar seus desejos e necessidades. Associa-se também com a dificuldade de se dizer não

O conflito interno que pode ser criado pelo comportamento passivo pode levar a:

  • Estresse;
  • Ressentimento;
  • Raiva fervente;
  • Sentimentos de vitimização;
  • Desejo de vingança.

Comportamento assertivo vs agressivo

Agora considere o outro lado. Alguém de comunicação agressiva pode parecer um valentão que desconsidera as necessidades, sentimentos e opiniões dos outros. Pessoas muito agressivas podem até humilhar e intimidar outras pessoas, inclusive fisicamente.

Pode-se pensar que ser agressivo faz com que você consiga o que queira. No entanto, tem um custo. A agressão prejudica a confiança e o respeito mútuo, podendo causar ressentimento.

Comportamento assertivo vs passivo-agressivo

Agora considere o comportamento passivo-agressivo. Comunicar-se de maneira passivo-agressiva pode dizer sim quando se quer dizer não. Caracteriza-se pelo sarcasmo e o hábito de reclamar de outras pessoas pelas costas. 

Em vez de enfrentar um problema diretamente, acaba optando por demonstrar a partir de ações ou atitudes negativas. É uma característica que pode desenvolver-se devido à dificuldade de ser direto sobre necessidades e sentimentos. 

Quais são as desvantagens de um estilo de comunicação passivo-agressivo? Com o tempo, o comportamento passivo-agressivo prejudica os relacionamentos, afetando o respeito mútuo e dificultando a consecução de objetivos e necessidades.

Quais são as 4 fases da comunicação assertiva?

Preparação: 

Antes de começar uma conversa, é importante se preparar e se concentrar em suas necessidades e sentimentos. É importante ter em mente o objetivo da conversa e considerar o ponto de vista da outra pessoa.

Expressão

Neste passo, você expressa suas necessidades e sentimentos de forma clara, respeitosa e direta, sem agredir ou prejudicar a outra pessoa. É importante usar frases começadas com "eu" e não "você", para se concentrar nas suas próprias necessidades e sentimentos.

Escuta ativa

Neste passo, você presta atenção ao que a outra pessoa está dizendo, compreendendo seu ponto de vista e permitindo que eles expressem seus próprios sentimentos e necessidades.

Resolução

Neste passo, você trabalha em conjunto com a outra pessoa para encontrar uma solução equilibrada que satisfaça as necessidades de ambas as partes. É importante manter o foco no problema em questão e evitar trazer outros temas irrelevantes.

Os benefícios de colocar a comunicação assertiva em prática

A assertividade, geralmente, é vista como o estilo de comunicação mais saudável, já que impede que os outros passem por cima de você e te ensina a se defender. Comportar-se assertivamente pode te ajudar a::

  • Ganhar autoconfiança e autoestima;
  • Entender e reconhecer os próprios sentimentos;
  • Ganhar respeito dos outros;
  • Melhorar a comunicação;
  • Criar situações em que os dois lados envolvidos ganham;
  • Melhorar as habilidades de tomada de decisão;
  • Criar relacionamentos honestos;
  • Obter mais satisfação no trabalho.
Comunicação-Assertiva-Ebook

Como resolver conflitos do jeito certo?

O conflito faz parte de nossa vida cotidiana, o que dificulta evitá-lo. Embora nem sempre possamos controlar nossa exposição a conflitos na vida pessoal e profissional, podemos abordar o gerenciamento de conflitos de uma maneira que faça a diferença entre um resultado positivo e um negativo. 

O conflito geralmente surge como resultado de diferentes necessidades, opiniões, objetivos e prioridades e pode causar falhas de comunicação. Sem uma abordagem sólida para a resolução de conflitos, os funcionários podem ficar menos inclinados a trabalhar juntos e ser colaborativos. 

As pessoas podem adotar diferentes abordagens para lidar com alguma situação desafiadora, mas nem todo conjunto de comportamentos será eficaz a longo prazo. No local de trabalho, preste atenção: o conflito entre funcionários pode gerar um ambiente hostil e dificultar a comunicação e a colaboração. 

Além disso, pode também afetar a reputação do líder. Após entender como gerenciar habilmente um conflito, você pode negar seus efeitos negativos e até fazê-lo funcionar em seu proveito.

Como desenvolvê-la?

As pessoas desenvolvem diferentes estilos de comunicação com base em suas experiências de vida e tendem a manter a própria ao longo do tempo. No entanto, havendo necessidade de mudar o estilo de comunicação, é inteiramente possível aprender a se comunicar de maneiras mais saudáveis ​​e eficazes, assim você irá melhor se relacionar com os outros. Aqui estão algumas dicas que contribuem para uma maior assertividade:

Avalie seu estilo

Você expressa suas opiniões ou permanece em silêncio? Aceita fazer trabalhos adicionais, mesmo quando já está cheio de afazeres? É rápido em julgar ou culpar? As pessoas parecem temer falar com você? Em primeiro lugar, entenda seu estilo antes de começar a fazer alterações.

Pratique dizer “não”

Se você tiver dificuldade em recusar solicitações, tente dizer: "Não, não posso fazer isso agora". Não hesite - seja direto. Se uma explicação for apropriada, seja breve.

Ensaie o que você quer dizer

Se for difícil dizer o que você quer ou pensa, pratique os cenários típicos que encontrar. Diga o que você quer dizer em voz alta, porém acerte o seu tom de voz para expor suas ideias. Também pode ser útil escrevê-lo primeiro, para que você possa praticar com um script. Considere encenar com um amigo ou colegas de trabalho e peça um feedback direto.

Aproveite a linguagem corporal

Comunicação não é apenas verbal. Seja confiante, mesmo que não esteja sentindo. Mantenha uma postura ereta, mas incline-se um pouco para a frente. Faça contato visual regular. Mantenha uma expressão facial neutra ou positiva. Não cruze os braços ou as pernas. Pratique a linguagem corporal na frente de um espelho ou com seus colegas de trabalho.

Mantenha as emoções sob controle

Conflito é difícil para a maioria das pessoas. Talvez você fique com raiva ou frustrado, ou talvez sinta vontade de chorar. Embora esses sentimentos sejam normais, eles podem atrapalhar a solução de conflitos. Assim, se você se sentir muito emocional entrando em uma situação, aguarde um pouco, se possível. Depois, mantenha a calma. Respire devagar e mantenha a voz firme.

Tenha calma! Comece aos poucos

Inicialmente, pratique suas novas habilidades em situações de baixo risco. Por exemplo, exercite sua assertividade com um parceiro ou amigo antes de enfrentar uma situação difícil no trabalho. A partir disso, avalie a si mesmo e ajuste sua abordagem conforme necessário.

Leia Mais:

Temperamento: os 4 tipos mais vistos no ambiente de trabalho

16 personalidades: o que é e como descobrir a sua

Paula Louzada

Paula Louzada

Engenheira Mecânica (2016) e mestra pela Universidade Estadual de Campinas (2023). Na França, atuou na área de Melhoria de Produção de uma empresa do segmento aeronáutico, e no Brasil fez parte da equipe de Melhoria Contínua de uma multinacional do ramo químico. Atualmente, trabalha como consultora de Projetos de Melhoria, Excelência Operacional e Gestão da Rotina, além de ministrar aulas de Green Belt, Black Belt e Ferramentas da Qualidade na FM2S Educação e Consultoria.