Estratificação
Ferramentas da Qualidade

25 de julho de 2022

Última atualização: 23 de maio de 2023

Estratificação: o que é e como funciona

Embora seja uma palavra que cause certa estranheza, a estratificação que somos inseridos é conhecida como social, baseada na divisão de classes. Mas não significa que a estratificação fique apenas nisso. Há estratificação na área da saúde!

Numa empresa, por exemplo, a estratificação pode representar a quantidade de vendas, durante um período de alguns dias ou em determinado horário.  Essa forma de análise está associada com pessoas e seus papéis em determinadas funções. Seja para a sociedade como um todo, ou somente para os estudos de um público-alvo bem específico. 

O que é estratificação: exemplos

Para resumir, a estratificação está relacionada a tudo que acarreta uma divisão, seja de pessoas, objetos ou animais. Ou seja, para dar forma a um conjunto de camadas, a estratificação entra como auxiliadora.  Imagine uma pirâmide, agora separe-a por seus conceitos próprios, o que acabou de fazer foi uma estratificação.  Na nossa sociedade contemporânea, a estratificação tem uma posição de destaque no auxílio de gestão para empresas. Veja um exemplo:

Estratificação de dados

Conhecida por ser uma ferramenta da qualidade, a estratificação de dados é uma técnica para análise e tratamento de informações, por meio da separação de dados variados. Decorrência disso, a estratificação é a subdivisão de um grupo de dados específicos em diversos segmentos. 

Obviamente, sempre obedecendo alguns fatores desejados, que ficará a critério da empresa ou pessoa. Com o objetivo de tornar visível certos padrões, a estratificação de dados é muito utilizada na gestão de empresas, que buscam atingir o maior número de clientes possíveis, de acordo com suas características de compra ou consumo de serviços.  

apostila lean seis sigma na prática

O que a faz ser considerada uma das ferramentas essenciais para a qualidade! Por exemplo, pegando um número de pessoas com problemas renais para serem avaliadas, essa estratificação pode ser feita com o padrão da idade. Mas não fica retido nisso! Além de conseguirem ser estudadas por características próprias como a idade, as subdivisões de grupos também serão feitas da seguinte forma: 

  • Sexo; 
  • Etnia; 
  • Escolaridade; 
  • Ocupação. 

Consequentemente, a estratificação de dados vai se refinando, até que alcance dados mais precisos e que tenham um significado maior, quanto à primeira base de estudos.  

Para resumir de uma maneira com fácil entendimento, a estratificação tem como meta principal apurar o agrupamento, tornando grupos cada vez mais característicos, possibilitando-se alcançar melhores respostas em relação ao comportamento da variável. Outro fato é que, através da estratificação, entenderá como cada grupo será afetado ou não.  

Quando utilizar?

São infinitas maneiras que o ajudarão, na hora da estratificação. No âmbito empresarial, o gestor levará em consideração alguns fatores de extrema importância, como: 

  • Público-alvo; 
  • Características padrões;
  • Serviço ou produto oferecido; 

Outros dados serão usados para estratificar as variantes! Dependerá das necessidades de sua empresa e dos problemas a serem analisados, posteriormente, resolvidos! Imagine a seguinte situação: digamos que uma empresa de vendas deseja ver como anda as entregas de seus produtos aos seus clientes! 

Seguindo a característica padrão de que o público-alvo são mulheres, já que se trata de uma loja de cosméticos.  Na maior parte das vezes, essa empresa de cosméticos poderá pegar todos os dados de entregas, durante o período de um ano e, consequentemente, chegar a uma média de cosméticos entregues no prazo estipulado, antes do combinado e dos pedidos atrasados. 

Fazendo a estratificação, essa empresa de cosméticos retribuiu todos os dados e conseguiu chegar a uma nova forma de abordagem para as entregas de seus cosméticos. Por meio de comparações, os gestores terão encontrado algumas respostas melhores, quando fazem comparações entre os números de pedidos atrasados com o número de dias desses atrasos e as ligações feitas.  

Portanto, a estratificação de dados permitiu que essa empresa de cosméticos femininos direcionasse e priorizasse os esforços para encontrar outros meios de trabalho, quanto às entregas. No seguimento de ferramentas básicas de excelência, gestão e qualidade, a estratificação de dados é uma ajuda esclarecedora em infinitas situações para que as respostas encontradas sejam mais óbvias. 

Como é o processo de estratificação?

Visando encontrar métodos que funcionem, a estratificação permite que as variáveis sejam encontradas e, consequentemente, resolvidas! No âmbito empresarial, essa divisão possibilita o desenvolvimento. Esses são os procedimentos em uma estratificação:

  1. Identificar o objetivo: Determine o objetivo da estratificação, ou seja, o que você pretende alcançar ao dividir os dados em grupos ou categorias.
  2. Selecionar variáveis: Escolha as variáveis relevantes para a estratificação. Essas variáveis podem ser características dos produtos, clientes, processos, áreas geográficas ou qualquer outro fator que seja importante para a análise.
  3. Coletar dados: Reúna os dados necessários para a estratificação. Isso pode envolver a coleta de dados brutos, como informações de vendas, registros de clientes ou resultados de pesquisas.
  4. Classificar os dados: Com base nas variáveis selecionadas, classifique os dados em grupos ou categorias. Você pode usar critérios como faixas de valores, características específicas ou combinação de diferentes variáveis para criar as classes.
  5. Analisar as classes: Analise cada classe separadamente para identificar as características e padrões específicos presentes em cada grupo. Isso pode envolver a realização de cálculos estatísticos, gráficos ou outras técnicas de análise de dados.
  6. Interpretar os resultados: Analise os resultados obtidos em cada classe e faça comparações entre os grupos. Identifique as diferenças significativas, tendências ou insights que possam surgir.
  7. Tomar ações adequadas: Com base na análise dos resultados, tome medidas apropriadas para cada grupo. Isso pode envolver a implementação de melhorias específicas, ajustes nos processos, estratégias de marketing direcionadas ou outras ações personalizadas para atender às necessidades de cada grupo.

Conhecida por ser uma ferramenta indispensável para a gestão plena, a estratificação quando realizada de maneira correta entrega os melhores resultados, quanto ao processo como um todo. 

Qual a importância de um gestor que entenda sobre estratificação? 

Devido a grande demanda dos serviços e vendas de produtos em vários segmentos com o auxílio da internet, o que torna uma empresa diferenciada não é apenas a sua estratégia de marketing.  Um gestor que tenha uma ampla visão de estratificação é um profissional que trará ótimos resultados para a empresa e funcionários, o que permitirá um setor mais atuante.  

O entendimento de um gestor sobre estratificação é indispensável para que o aumento de vendas e a diminuição de reclamações sejam um objetivo certeiro! Por essa questão, é de extrema importância que uma empresa tenha como membro de sua equipe um profissional que traduzirá as análises.

 Ter na equipe profissionais que compreendam de forma concisa o leque de possibilidades que envolve a estratificação é indispensável para o mercado atual, já que é uma maneira eficiente de analisar o público-alvo. 

Mercado de trabalho para um especialista 

De acordo com as novas necessidades empresariais, o profissional que conhece os reais impactos da estratificação das vendas, demandas e desempenho de funcionários, dificilmente estará fora do mercado de trabalho.  

Conhecida como a profissão do futuro, profissionais com comprometimento e entendimento com a estratificação atuará com todas as ferramentas indispensáveis para uma empresa.  Outro diferencial é que, na equipe de colaboradores, ter um especialista no assunto trará suporte, confiabilidade e segurança para a tomada de decisões.  

Sem comentar que profissionais que estão relacionados a esse setor são bem remunerados e bastante procurados, não apenas no âmbito de seguimento organizacional.  Se busca por reconhecimento, boa remuneração e demanda de cargos e ascensão no mercado de trabalho, ter um certificado que comprove todas as suas qualificações, nessa área de trabalho, fará toda a diferença! 

Qual será a experiência de ter conhecimento sobre a estratificação? 

No mercado atual, o diferencial é feito por profissionais qualificados e que saibam como desempenhar suas funções! Sempre idealizando o crescimento como um todo. Por esses motivos, a qualificação em estratificação é a escolha certa para quem busca se tornar um colaborador de excelência, eficiência e muito requisitado em todos os setores do mercado de trabalho.  

O especialista nesse ramo, dificilmente, comete erros, já que é preparado para ter uma visão ampla e com senso crítico para analisar todos os fatores. Não perca mais tempo e torne-se um profissional essencial em estratificação!

Leia mais:

Augusto Fontoura

Augusto Fontoura

Estudante de Engenharia de materiais na UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), atua no setor de marketing da FM2S