análise de dados
Análise de dados

06 de novembro de 2023

Tipos de Análise de Dados: quais são e como funcionam

Nos dias de hoje, os dados desempenham um papel fundamental em todos os aspectos da nossa vida, desde as escolhas que fazemos como consumidores até as estratégias de negócios de empresas de todos os tamanhos. 

Os dados não são apenas informações brutas, mas o combustível que impulsiona as decisões.

 No entanto, para extrair informações valiosas, os dados precisam ser analisados de forma adequada. Confira neste artigo, os tipos de análise de dados, que são essenciais para tomar decisões informadas em diversos campos, desde negócios até ciência e governo.

O que é análise de dados?

Antes de você aprender quais são os tipos de análise de dados, é importante saber o conceito do que é uma análise de dados.

A análise de dados é o processo de inspecionar, limpar, transformar e modelar dados com o objetivo de descobrir informações valiosas, apoiar a tomada de decisões e prever tendências futuras. 

Ela envolve a aplicação de técnicas estatísticas, matemáticas e algoritmos de machine learning para identificar padrões, relações e insights ocultos nos dados.

ebook power bi

Quais são os tipos de análise de dados?

Empresas, governos e organizações utilizam dados para tomar decisões informadas e impulsionar o crescimento. 

Nesse contexto, existem quatro tipos essenciais de análise de dados que desempenham papéis distintos e complementares: análise descritiva, análise diagnóstica, análise preditiva e análise prescritiva.

1. Análise Descritiva: Compreendendo o passado

A análise descritiva é o ponto de partida. Ela envolve a coleta, organização e resumo de dados para entender o que aconteceu no passado. 

Gráficos, tabelas e estatísticas resumidas são ferramentas comuns nesse tipo de análise. A análise descritiva ajuda a identificar tendências, padrões e anomalias nos dados. Isso é crucial para ter uma visão clara do histórico de desempenho e entender o cenário atual.

2. Análise Diagnóstica: Por que as coisas aconteceram?

Após a análise descritiva, a análise diagnóstica entra em cena. Ela busca responder a perguntas sobre as causas por trás dos resultados observados. 

Os profissionais utilizam técnicas estatísticas mais avançadas, como análise de regressão, para identificar correlações e relações de causa e efeito nos dados. 

A análise diagnóstica ajuda a descobrir por que certos eventos ocorreram, fornecendo insights valiosos para a tomada de decisões corretivas.

3. Análise Preditiva: Antecipando o futuro

A análise preditiva é um salto em direção ao futuro. Ela se baseia em modelos estatísticos e algoritmos de aprendizado de máquina para prever eventos futuros com base nos dados históricos. 

Isso é extremamente valioso para prever tendências de mercado, comportamento do cliente e demanda por produtos. A análise preditiva é amplamente usada em marketing, finanças e logística para otimizar decisões futuras.

4. Análise Prescritiva: Direcionando ações inteligentes

Por fim, a análise prescritiva vai além da previsão e fornece recomendações sobre ações a serem tomadas. 

Isso é possível por meio de otimização e simulação, que consideram diferentes cenários e escolhem a melhor abordagem com base em objetivos definidos. 

A análise prescritiva é usada em situações complexas, como o planejamento de cadeias de suprimentos e a otimização de rotas de entrega.

O que são dados qualitativos e quantitativos?

A forma como os dados serão análisasdos depende de um fator, se eles são mensuráveis ou não. Por isso os dados são separados em dois grupos: os dados qualitativos e os quantitativos.

A análise de dados quantitativos concentra-se na coleta e análise de dados numéricos. Essa abordagem é amplamente utilizada em disciplinas como estatística, economia, ciências naturais e pesquisa de mercado. 

Os dados quantitativos são mensuráveis e expressos em números, o que permite a aplicação de técnicas estatísticas avançadas.

Na pesquisa de mercado, por exemplo, a análise quantitativa é usada para medir a preferência do consumidor, calcular métricas de desempenho de produtos e projetar tendências de mercado com base em pesquisas estatísticas.

Em ciências naturais, experimentos controlados produzem dados quantitativos que podem ser analisados para tirar conclusões precisas.

Já a análise de dados qualitativos concentra-se na interpretação e compreensão do contexto, significado e subjetividade dos dados. É frequentemente aplicada em campos como ciências sociais, psicologia, antropologia e estudos de caso. 

Os dados qualitativos são não numéricos e incluem texto, áudio, vídeo e outras formas de informação descritiva.

Por exemplo, na pesquisa em ciências sociais, entrevistas, observações de campo e análise de conteúdo são técnicas qualitativas comuns. 

Essas abordagens permitem a compreensão profunda das experiências humanas, motivações e percepções. 

A análise qualitativa também é valiosa em estudos de caso, onde os pesquisadores exploram detalhadamente um único evento ou fenômeno.

Combinando Abordagens para uma visão completa

Em muitos casos, é benéfico combinar análises quantitativas e qualitativas para obter uma compreensão mais completa. Isso é conhecido como pesquisa mista ou triangulação. 

Por exemplo, em um estudo de mercado, a análise quantitativa pode fornecer dados sobre a preferência do consumidor em números, enquanto a análise qualitativa pode aprofundar a compreensão das motivações por trás dessas preferências.

Power BI: Uma ferramenta para análise e apresentação de dados

Power BI, uma ferramenta de visualização e análise de dados desenvolvida pela Microsoft, desempenha um papel fundamental na capacitação de organizações a extrair insights valiosos de seus dados. 

Análise Descritiva com o Power BI

A análise descritiva é frequentemente o ponto de partida na exploração de dados. O Power BI oferece recursos poderosos para criar gráficos, tabelas e painéis de controle que ajudam a visualizar tendências e padrões passados. 

Com suas capacidades de arrastar e soltar, o Power BI permite que os usuários criem representações visuais dos dados de maneira eficiente. 

Você pode explorar visualmente o desempenho histórico da sua organização e identificar insights a partir de dados coletados.

power bi back november promoção

Análise Diagnóstica com o Power BI

A análise diagnóstica visa entender as causas por trás dos resultados observados. O Power BI oferece recursos avançados, como a criação de medidas personalizadas e a aplicação de filtros interativos, que permitem explorar relacionamentos nos dados. 

Os usuários podem criar painéis interativos que facilitam a identificação de correlações e relações de causa e efeito. 

Essas análises podem ser fundamentais para descobrir por que eventos específicos ocorreram em sua organização.

Análise Preditiva com o Power BI

O Power BI integra-se a algoritmos avançados de aprendizado de máquina e análise estatística. Isso torna a análise preditiva acessível, permitindo que as organizações criem modelos que prevejam eventos futuros com base em dados históricos. 

O Power BI permite importar e integrar facilmente dados de várias fontes, incluindo fontes de dados em tempo real, para treinar modelos de machine learning. 

Essas previsões podem ser usadas para tomar decisões estratégicas em áreas como vendas, estoque e planejamento financeiro.

Análise Prescritiva com o Power BI

A análise prescritiva envolve a recomendação de ações com base em dados e objetivos específicos. O Power BI suporta a análise prescritiva através da integração com otimização e técnicas de simulação. 

Isso permite que os usuários explorem diferentes cenários e determinem a ação mais adequada para alcançar objetivos definidos. 

A capacidade de criar painéis de controle interativos e aplicar modelos de otimização torna o Power BI uma ferramenta valiosa para a tomada de decisões baseada em dados.

A análise de dados é uma ferramenta poderosa para entender o mundo que nos cerca e para tomar decisões embasadas. Cada tipo de análise de dados tem seu propósito e aplicação, e muitas vezes, mais de um é usado em conjunto para obter insights completos.

Seja em negócios, saúde, ciência ou governança, a análise de dados está no centro da tomada de decisões. À medida que avançamos na era da informação, a capacidade de compreender e aplicar diferentes tipos de análise de dados se torna fundamental para o sucesso em todos os campos.

Portanto, se você é um estudante, um profissional ou um curioso, aprofundar seu conhecimento sobre análise de dados é uma habilidade valiosa que pode abrir portas em praticamente qualquer área. Através da análise de dados, você pode iluminar o desconhecido e tomar decisões informadas que fazem a diferença.

Leia Mais:

Alexandre Queiroz

Alexandre Queiroz

Alexandre Mazzini, aluno da UNICAMP em Tec. Controle Ambiental. Especialização em Mídias Sociais e SEO, atua no setor de marketing da FM2S como redator para conteúdo web e analista SEO para blogs.